terça-feira, 22 de janeiro de 2019

Como fazer consulta Bolsa Família 2019

Veja como funciona o passo a passo para fazer consulta bolsa família 2019

O Bolsa Família continua sendo pago à população carente em 2019, com muitos cidadãos que já eram assistidos antes e novos cadastros.

Acompanhar as datas de pagamento e os comunicados do Ministério do Desenvolvimento Social é importante: assim, descubra com detalhes como fazer a consulta do Bolsa Família 2019.


Como funciona o Bolsa Família

O Bolsa Família faz parte dos programas sociais que têm o intuito de acabar com a pobreza ou a extrema pobreza.

Por isso, os depósitos são feitos às famílias com renda per capita de até R$ 178,00, havendo benefícios extras para aquelas que têm mais vulnerabilidade.

Como fazer consulta Bolsa Família 2019


Como receber o Bolsa Família

A inscrição no Bolsa Família é feita indo ao Centro de referência em Assistência Social (CRAS) com os documentos de todos os membros da família (aqueles que gozam da mesma renda).

Para cidades que não tenham à disposição um posto do CRAS, a própria Prefeitura faz o cadastro; possivelmente, a Secretaria de Assistência Social. Independente disso, os documentos necessários são:

  • Certidão de casamento ou nascimento;
  • Documento de identidade;
  • Atestado de frequência escolar (se a família tiver crianças);
  • CPF;
  • Título de eleitor;
  • Comprovante de renda atualizado;
  • Comprovante de endereço atualizado.

Depois da avaliação desses documentos pelo Ministério do Desenvolvimento Social, o solicitante receberá a resposta em até três meses.


Passo a passo para fazer a consulta do Bolsa Família 2019

Se a consulta for sobre a concessão do benefício, pode-se fazer uso do Sistema de Benefícios do Cidadão, chamado de SIBEC:

Clique aqui para ler o post completo

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Quem tem direito a receber Bolsa Família 2019

Veja como funcionam as regras e saiba quem tem direito Bolsa Família 2019

A solicitação do Bolsa Família é a saída para diversos brasileiros cuja condição se encaixa em pobreza ou em extrema pobreza.

Com esse benefício social, essas pessoas e as suas famílias conseguem um complemento de renda todos os meses, além de acompanhamento médico.

O programa Bolsa Família é federal e administrado pelo Ministério do Desenvolvimento Social.

Isso significa que pessoas de qualquer parte do país podem solicitar o benefício, que tem a vantagem de não ter data de validade.

As famílias podem receber a ajuda pelo tanto de tempo necessário para que a sua situação financeira se torne estável.


Quem tem direito ao Bolsa Família 2019

Apenas as famílias que têm renda per capita de até R$ 170,00 podem se cadastrar para o programa, não existindo a exigência de que haja filhos.

Esse critério seguirá em 2019, assim como os benefícios variáveis, aos quais têm direito

  • Famílias com crianças até 15 anos;
  • Lactantes;
  • Jovens entre 16 e 17 anos;
  • Grávidas.

Esses benefícios variáveis têm validade, diferentemente do benefício básico. Uma vez que a pessoa passa dos 17 anos, o adicional é perdido; no caso das lactantes, é pago por até seis meses; para as grávidas, é pago até o parto.


Cadastro Bolsa Família 2019

É importante que a família tenha determinados documentos para pedir esse benefício

  • Comprovante de residência com data de até 90 dias;
  • Carteira de trabalho;
  • Comprovante de renda;
  • CPF;
  • Certidão de casamento ou nascimento;
  • Documento de identidade;
  • Título de eleitor.
Clique aqui para ler o post completo

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Como acessar o Bolsa Família com acesso restrito

Veja como funciona o acesso restrito Bolsa Família

Lançado no ano de 2007, o Bolsa Família integra as formas de ajuda do Governo Federal para as pessoas na pobreza ou extrema pobreza.

O órgão federal que determina quem receberá o auxílio e de quanto ele será é o Ministério do Desenvolvimento Social, sendo necessário que os cidadãos façam a requisição e que comprovem com documentos que não conseguem manter-se dignamente sem esses depósitos.

A requisição, no entanto, não é realizada diretamente ao Ministério do Desenvolvimento Social, mas sim ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

Dependendo de como seja a sua constituição familiar (se existem crianças ou não, se há jovens ou não, etc.), há o pagamento de variáveis, que são uma ajuda extra.

Todos os valores do Bolsa Família são sacados nos estabelecimentos da Caixa Econômica Federal, o que incluem as casas lotéricas.

Por meio do Cartão Cidadão, que é emitido por esse banco, os beneficiários têm liberdade para fazer o saque do benefício nos caixas eletrônicos.


O que é o acesso restrito do Bolsa Família

O “acesso restrito” do Bolsa Família é bastante simples de entender: ele é restrito para apenas as pessoas que são beneficiadas. Isso é um cuidado por parte do Ministério do Desenvolvimento Social a fim de que indivíduos mal-intencionados não possam ver as informações pessoais de quem é beneficiado.

Porém, não existe um portal apenas para quem recebe o Bolsa Família e outro para quem quer só informações de pesquisa.

O que acontece é que, em http://bolsafamilia.datasus.gov.br/w3c/bfa.asp, os beneficiários fazem o seu login e consultam valores e quaisquer outras informações.… Clique aqui para ler o post completo

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Como fazer o recadastramento do Bolsa Família

Confira todas as regras saiba como fazer o recadastramento Bolsa Família

O Bolsa Família está em vigor desde o ano de 2007 e atende a vários brasileiros que têm a sua sobrevivência comprometida por causa da baixa renda.

Há três órgãos públicos que trabalham em sintonia para que o Bolsa Família possa ser aproveitado pela população: um deles é o Ministério do Desenvolvimento Social sendo a instituição que avalia o fornecimento dos auxílios e que serve para que esses assistidos também tenham acompanhamento escolar e médico.

A outra instituição pública indispensável para que o Bolsa Família continue funcionando é o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS).

Esse é o local que os cidadãos devem buscar quando precisam pedir esse benefício; é o CRAS que recebe todos os documentos, inclusive os recadastramentos, e envia tudo ao Ministério do Desenvolvimento Social.

Por fim, a Caixa Econômica Federal é o terceiro elo. Esse banco tem a responsabilidade de passar os benefícios aos cidadãos assistidos. Além das agências da Caixa, toda a sua estrutura faz os pagamentos, tais como as lotéricas.


Benefícios Bolsa Família

Os benefícios do Bolsa Família são maiores para quem registra ter crianças na casa, além de mulheres amamentando, mulheres grávidas e jovens.

Esse benefício maior é chamado de “variável” e uma família que o recebe por causa de uma criança tende a continuar recebendo até que ela faça 17 anos.

Quem recebe o benefício sem qualquer variável recebe R$ 85,00. De acordo com todos os valores variáveis que podem ser pagos, cada família poder chegar a receber mais de R$ 300,00.… Clique aqui para ler o post completo